BLOG

SER MÚSICO CATÓLICO

Trabalho e - É errado misturar?

Se você me permite, para responder essa pergunta do título, eu vou contar um pouquinho sobre mim. Sou um eterno aprendiz. Gosto de buscar conhecimento e ajudar pessoas.

Sou formado em filosofia desde 2002 e atuei como professor durante alguns anos. Em 2007 conclui o bacharelado em Comunicação Social – Rádio e TV. Em 2018 conclui a pós em psicopedagogia. Este ano me formo em psicologia e conclui a pós em comunicação não-violenta e outra em marketing pela USP. 

Quando eu percebi que o meu chamado e escolha de vida era me dedicar ao meu ministério, eu percebi que isso demandava empenho e, consequentemente, eu precisaria receber por isso… Já que abandonaria as minhas outras profissões para cuidar da minha carreira artística.

A cada ano eu viajo para mais de 100 cidades e 20 estados diferentes, levando o melhor do meu trabalho para evangelizar as pessoas.

Veja o real impacto do EvangelizaSHOW na vida das pessoas: https://www.youtube.com/watch?v=979u7N6L-bg

Estou errado em cobrar por isso? E se eu cobro… deixa de ser minha missão?

É claro que não: eu escolhi viver a minha vida para isso. E o dinheiro que recebo é justo, é digno! Além de ser o sustento da minha primeira comunidade (minha família), também é usado para empregar pessoas e fazer muitas ações de caridade.

O seu trabalho e a sua missão podem estar no mesmo lugar: na música. Creia nisto. Não se deixe levar pela ideia de que isso é errado.

Mas depois de entender a sua missão, você vai precisar mergulhar de cabeça na oração, no marketing, em técnicas e conhecimentos… Vou falar disso com você no próximo e-mail.

E se você já marcou na agenda o nosso workshop do dia 04/06, 19h59, chame os seus amigos músicos para essa aula imperdível. Lembre a todos de que é necessário fazer a inscrição!

 

Tamo junto,
Diego Fernandes

Ainda não faz parte do IDENTIDADE SMC?

Clique no ícone ao lado para se inscrever e aprender como viver do seu Ministério!